Alunos do período integral
A criança ao iniciar seu período escolar, possui um número variado de experiências de movimento adquiridas ao longo do seu desenvolvimento, no entanto, estas experiências precisam ser organizadas e aprofundadas visando a realização de atividades de movimento mais complexas no intuito de ampliar as possibilidades para a sua vida cotidiana. Nesse sentido, acredita-se que é de grande importância trabalhar na Educação Infantil o desenvolvimento motor da criança.

É preciso trabalhar o desenvolvimento motor com a criança para que ela conheça o seu corpo para então entender o contexto onde vive. Experiências de movimento são fundamentais na criança desde seus primeiros dias de vida, para ela começar a perceber suas habilidades motoras. Para isso, é necessário proporcionar a criança todo e qualquer tipo de experiência de movimento, que ela queira efetuar livremente ou estimulados por professores de Educação Física.

A criança delimita seu “corpo próprio” do mundo dos objetos através da atividade prática realizada na pesquisa do ambiente. Os jogos e o trabalho de coordenação global permitem prolongar esta experiência vivenciada com o corpo durante o período pré-escolar.

Deve-se desenvolver as habilidades motoras das crianças ainda na Educação Infantil, onde não é exigido o esforço para se atingir um objetivo e sim apenas experiências de movimento com jogos, brincadeiras, rodas contatas, atividades lúdicas e outras que já fazem parte do cotidiano infantil, já que,

O domínio das habilidades motoras fundamentais é básico para o desenvolvimento motor da criança. As experiências motoras, em geral, fornecem múltiplas informações sobre a percepção que a criança têm de si mesma e do mundo que a cerca.

Dessa forma, é importante deixar as crianças livres durante às atividades destinadas nas aulas de Educação Física para que elas mesmas possam descobrir a forma mais fácil de realizar as atividades, não perdendo de vista os objetivos traçados para serem desenvolvidos nesta importante etapa do desenvolvimento social, afetivo, cognitivo e motor das crianças.